4.9.16

Desejos


O ser humano não é mais do que um emaranhado de desejos e emoções, que se contradizem e lutam entre si. Por vezes, é possível existir desejo sem emoção. Desejo de te ter, de te sentir, de te levar à locura.
Quando há noite me deito ao teu lado, e vejo a tua pele nua, dá-me uma vontade imensa de te tocar, de te abraçar, de te beijar. Naquele instante, quero te ter só para mim e eu quero ser só tua, numa luta de carícias e de prazer.
Mas quando o sol nasce, estes momentos não passam de uma névoa guardada no cofre dos meus pensamentos, como se nunca tivessem existido. Quando o sol nasce, eu e tu não passamos de dois amigos, dois confidentes, duas almas perdidas e sem destino.

1 comentário: